quarta-feira, 12 de julho de 2017

É tempo de unir-se em prol de um bem em comum!




Nacionalistas brasileiros estão separados por pequenas diferenças e não se unem por grandes semelhanças. Não é tempo de dividir e sim de unificar-se prol de um bem em comum, pois o que nos separa nos enfraquece, o que nos une nos fortalece. 


Diferenças de inspiração em nomenclaturas ideológicas/figuras históricas/movimentos históricos/intrigas históricas dividem os nacionalistas no Brasil. Não é preciso esquecer o passado, mas viver o presente. Há muitos nacionalistas divididos por míseras nomenclaturas e por intrigas históricas que os dividiram no passado, como: Monarquistas e Republicanos, Getulistas e Integralistas, Legalistas e Militaristas, e assim vai. Nada mais infeliz, prejudicial e infortuno do que cultuar essas intrigas no presente, é preciso se unir em torno de um bem em comum: o ideal nacionalista. Enquanto cultua-se essas intrigas, a ideologia liberal e o pós-modernismo crescem enquanto ficamos a margem, nada melhor para o globalismo e suas mazelas. 


Não importa se sua admiração/inspiração ideológica

é por Dom Pedro II, Floriano Peixoto, Getúlio Vargas, Plínio Salgado, Enéas Carneiro ou Leonel Brizola, o que importa é o que essas pessoas tiveram em comum: a defesa de uma pátria livre, soberana e próspera. 

É tempo de unir as forças do nacionalismo, não de separar! O cenário político atual não é nada favorável a isso, é preciso de unificar uma legião de nacionalistas contra as correntes, serpentes e as hienas internacionais que nos atormentam dia após dia. 


O que nos desuniu no passado, não pode nos dividir no presente!


BRASIL ACIMA DE TUDO, EIA SUS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário